Reforma da Previdência 2020: O que muda em 2020?

Um dos assuntos mais falados no Brasil atualmente, é a reforma da Previdência 2020, da qual sempre que é levantada traz consigo um grande número de dúvidas e questionamentos. Por causa disso, reunimos neste artigo várias informações sobre a reforma da Previdência 2020, então se você quer ficar bem informado sobre o assunto, continue lendo este artigo! 

 reforma da Previdência 2020

reforma da Previdência 2020

O que é a reforma da Previdência 2020? 

Diretamente, a reforma da Previdência 2020 nada mais é do que um novo conjunto de regras que irão substituir as antigas em relação a serviços como a aposentadoria, da qual será a maior afetada com essa reforma. 

✓ Confira mais informações sobre a aposentadoria INSS 2020:

 Desde a entrada do novo governo de Bolsonaro em 2019, a reforma da Previdência 2020 vem sendo bastante discutida no Congresso Nacional, para a legitimidade das novas regras propostas pelo presidente e sua equipe. 

Sempre que novas alterações vão ser feitas na Previdência Social, a população geral fica bastante atenta para saber o que está por vir. 

A primeira reação dos trabalhadores sempre é ter medo de que as novas regras da aposentadoria 2020 venham para dificultar a forma de como se aposentar, ou aumentar o número de anos necessários de trabalho para poder dar entrada na aposentadoria. 


O que vai mudar com a reforma da Previdência 2020? 

O governo de Bolsonaro ainda não possui peso suficiente para aprovar todas as medidas que deseja para a reforma da Previdência 2020, porém já existem pontos que já estão certos para acontecer, porém, anida irão obedecer a tabela INSS 2020.

O grande objetivo do novo presidente é fazer com que o sistema de aposentadorias no Brasil seja igual ao sistema utilizado pelo Chile, do qual é bastante diferente do que é utilizado no nosso país atualmente. 

O regime de aposentadorias no Chile funciona com o nome de “Regime de Capitalização”. 

A grande diferença entre o regime de capitalização e o nosso atual, é que no modelo chileno, quem cuidará das aposentadorias será de certa forma o setor privado, não mais o público. 

Ou seja, atualmente a Previdência funciona recolhendo o dinheiro do trabalhador e com esse dinheiro, são pagas as aposentadorias dos beneficiários, assim, funcionando como uma espécie de “poupança”, ou de redistribuição.  

Porém, no modelo do Chile, o dinheiro da aposentadoria seria investido no setor privado da economia, assim fazendo com que o dinheiro se valorize e aumente com o tempo, enquanto faz a economia do país girar. 

Seria uma espécie de investimento privado voltado para a aposentadoria do trabalhador. 


Novas regras para aposentadoria da reforma da Previdência 2020 

Com a chegada e instauração oficial da nova reforma da Previdência 2020, algumas regras antigas para conseguir a aposentadoria irão mudar. 

Mas não só isso, toda a estrutura de aposentadoria e cálculo de idade mais tempo de serviço para ambos os sexos mudará e terá suas próprias regras. 

Veja abaixo as regras atualizadas: 

Aposentadoria INSS por idade 

No caso onde o trabalhador brasileiro desejar se aposentar utilizando as regras de aposentadoria INSS 2020 por idade, esse trabalhador terá de estar de acordo com as seguintes normas: 

  • O trabalhador deve ter pelo menos 180 meses de contribuição comprovada no INSS, para carência; 
  • O trabalhador urbano deve ter um mínimo de 65 anos (caso seja homem) ou 60 anos (caso seja mulher); 
  • O trabalhador que atua como agricultor familiar, pescador artesanal e indígena, deve ter uma idade mínima obrigatória de 60 anos (homem) ou 55 anos (mulher). 

Em casos onde o trabalhador seja considerado Segurado Especial (Aposentadoria por invalidez, por doença…) e não consiga comprovar o seu tempo de serviço, deve-se esperar até poder dar entrada novamente. 

Porém, desta vez ele deverá dar entrada se utilizando das novas regras da aposentadoria 2020 do trabalhador urbano. 

Aposentadoria INSS por Tempo de Trabalho 

Já para os trabalhadores que desejarem dar entrada na aposentadoria se utilizando da regra de aposentadoria por tempo de serviço, deverão estar de acordo com os seguintes pontos: 

Regra progressiva 85/95 

  • Não há mais uma idade mínima; 
  • Soma-se a idade mais o tempo de contribuição, sendo de 95 anos (homem) 85 anos (mulher); 
  • Deve ser comprovado os seus 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência. 

Regra com 30/35 anos de contribuição 

  • Não há uma idade mínima; 
  • Tempo total de contribuição de 30 anos de contribuição (mulher) e 35 anos de contribuição (homem); 
  • Deverá comprovar seus 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência. 

Regra proporcional da aposentadoria 

  • Ter uma idade mínima de 53 anos (homem) e 48 anos (mulher); 
  • Possuir um tempo total de contribuição de 25 anos de contribuição, mais adicional (mulher) e 30 anos de contribuição mais adicional (homem); 
  • Ter seus 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência. 
Ano Homem Mulher
2020 97 87
2021 98 88
2022 99 89
2023 100 90
2024 101 91
2025 102 92
2026 103 93
2027 104 94
2028 105 95

Como dar entrada na aposentadoria depois da reforma da Previdência 2020? 

Caso você esteja preocupado em como dar entrada na sua aposentadoria após a reforma da Previdência, basta seguir o passo a passo abaixo e saiba como: 

  • Primeiro você deve entrar na página oficial do INSS ou, clique aqui;
  • Depois clique em “agendar”; 

  • Você deve escolher a opção de aposentadoria que você deseja; 
  • Preencha os campos com os dados necessários; 

  • Após isso complete o formulário com seus dados pessoais; 
  • Ao terminar o preenchimento, você deve imprimir o comprovante de agendamento INSS 2020;
  • Por fim, se apresente na data e local informado para a sua solicitação de recebimento da aposentadoria. 

Documentos Necessários INSS  

Quando você for para o seu atendimento presencial, é de grande importância levar os seus documentos pessoais mais importantes. 

Pois será com eles que seus dados serão confirmados na hora da solicitação. 

Veja a lista de documentos necessários abaixo: 

  • Cópia e original do RG e CPF; 
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social 2020 (CTPS),  
  • Certidão de Tempo de Contribuição (CTC),  
  • Carnês, formulários de atividade especial, 
  • Documentação rural, etc.);  
  • Contrato individual de trabalho. 

Caso você deseje ver a lista completa de documentos, clique aqui

Avalie este artigo

Avaliação média: 5
Total de Votos: 10

Reforma da Previdência 2020: O que muda em 2020?